Formação: A Comunicação Interpessoal no Voluntariado

by - December 14, 2016

Já falei aqui no blog sobre a minha opinião acerca do voluntariado e sobre o tipo de voluntariado que mais gosto de fazer: se é verdade que não trabalho diretamente com idosos ou com crianças (os públicos-alvo com quem é necessário termos uma aproximação diferente no que diz respeito à forma de tratamento/comunicação), também não é falso que existem imensas outras questões sobre a comunicação interpessoal que são importantes saber para aplicar não só ao contexto do voluntariado mas pela nossa vida fora.

Durante a licenciatura, tive algumas cadeiras em que abordávamos estas temáticas: a proxémia, o silêncio, os gestos... Mas quando descobri uma formação certificada pela Confederação Portuguesa do Voluntariado sobre essa vertente da comunicação e onde se iriam explorar também as grandes bases do voluntariado português e internacional (legislação, deveres e direitos, exercícios práticos de situações controversas possíveis de acontecer), não hesitem em inscrever-me!


A primeira de três sessões ocorreu na passada quarta-feira e eu gostei muito: não é daquelas formações super aborrecidas e super teóricas. As formadoras fazem questão de organizar diversas atividades práticas que nos desafiam a sair da nossa bolha pessoal e que nos fazem conhecermo-nos a nós próprios enquanto seres comunicadores. 

Só percebendo quais são as nossas vantagens e/ou desvantagens é que poderemos depois dar o passo seguinte e conhecer os outros :)

You May Also Like

0 comentários