O dia em que o meu iPhone caiu na sanita

by - January 15, 2017


Os meus pais ofereceram-me o meu primeiro telemóvel aos 11 anos, quando passei para o 5º ano e me mudei para a "escola dos crescidos".
Como a escola ainda ficava a pouco mais de 2km de casa e havia dias em que vinha a pé para casa (sempre com um grupinho de amigas), os meus pais acharam que era altura de eu começar a estar sempre contactável.

Desde então, já perdi a conta aos telemóveis que tive... O meu pai mima-me imenso no que diz respeito a novas tecnologias: basta abrir a boca e dizer que quero o último modelo XPTO que saiu há pouco tempo (mas tenho que saber argumentar com factos nerds o porquê de valer o investimento) e passado pouco tempo tenho-o.

Só que... O meu pai não gosta da Apple. Ele próprio comprou o primeiro iPhone quando este chegou ao mercado mas não gostou e desde então não dá a menor hipótese. Quando eu disse que queria comprar um iPhone, o meu pai não encorajou a minha compra por ser "uma marca de status" e viciante, no sentido em que num dia queremos o iPhone, no outro que queremos o Macbook e por aí adiante - verdade seja dita: eu tenho quase todos os equipamentos Apple... Só me falta o iPad, que não compro porque não vejo utilidade em ter um tablet.

Assim, em 2015 comprei o meu primeiro telemóvel, com o meu dinheiro: um iPhone 5S dourado (em segunda mão, mas que me custou os olhinhos da cara na mesma). Fiquei toda satisfeita e a partir de então nunca mais quis outro sistema operativo.
O verão passado comprei o iPhone 6S através do melhor amigo de um amigo meu, que compra telemóveis em nome da empresa e depois revende-os um pouco mais baratos do que o preço de mercado: embalado na caixa, ainda com o plástico selado... O meu tesourinho. :P


Nunca estraguei um telemóvel na vida. Todos os dias vejo pessoas com os ecrãs dos telemóveis partidos (como se alguém tivesse batido neles com aqueles martelos de picar a carne); pessoas que perdem os telemóveis e nunca mais sabem deles; pessoas que os deixam cair constantemente e que nem sequer se assustam com isso...
Sempre me senti um bicho estranho neste mundo pois nunca tinha tido um acidente com nenhum dos meus telemóveis. Até ontem.

Ontem fui ao MacDonald's comer um gelado e passei antes pela casa de banho. Estava a tirar o casaco e a pousar a mala naqueles bengaleiros dentro do cubículo minúsculo, quando oiço um "Clhockk" (simulação do som do telemóvel a cair dentro da sanita): o iPhone que estava no bolso de trás das minhas calças - que me estão largas, by the way -, estava agora tipo peixinho no fundo da sanita.

Só ouvia gritos na minha cabeça: "OH NÃO, OH NÃO, MERDA, MERDA, MERDA". Enrolo-o todo em papel higiénico, sem querer olhar bem para ele para não ter de me mentalizar que o telemóvel foi à vida. 
Quando clico no botão touch e ele funciona como se não tivesse acontecido nada, ainda não sabia se havia de respirar de alívio ou não. O ecrã funciona. Os botões funcionam. Não há manchas de água em lado nenhum... ESTÁ SALVO!

E querem saber porque é que está salvo? Eu explico: uma capa do Aliexpress, que me custou 1,03€, salvou a vida do meu iPhone.
Não, não é daquelas capas de homem totalmente indestrutíveis que fazem parecer o telemóvel um tijolo: era uma capa de silicone com malmequeres e toda pirosa que - GRAÇAS A DEUS - tinha protetores nos buraquinhos dos phones e do cabo de alimentação da bateria.
Assim que tirei a capa, ele estava seco na parte de trás e não havia resíduos de água em lado de nenhum.

Acho que me posso considerar, oficialmente, uma sortuda. E a partir de hoje, amo ainda mais o meu telemóvel e vou ter a atenção 40.000 vezes mais redobrada!

You May Also Like

3 comentários

  1. Também nunca estraguei um telemóvel, nem deixei cair na sanita, mas nada me livra disso. Por acaso algo que não gosto de fazer é meter o telemóvel no bolso de trás. Ou uso no da frente, ou no casaco ou então na mala. Mas ando muita vez com ele nas mãos e às vezes sem me dar jeito nenhum xD
    Tiveste cá uma sorte, mulher!

    let's do nothing today

    ReplyDelete
  2. Podes crer, fui uma sortuda 😂😂

    ReplyDelete
  3. Eu, como dona recente de iPhone, senti a tua dor. E sou como tu: tenho mil cuidados com os meus telemóveis, nunca caíram, nunca os embati em lado nenhum...nunca nada. São pequenos investimentos, que muitas das vezes custam os olhos da cara e uma pessoa não se pode dar a esses luxos.

    Eu desde que mudei para o iPhone que não quero outra coisa. Minha nossa senhora que criaram um monstro que eu agora vou ter sempre que desembolsar uma nota preta para um destes meninos, mas é incomparável com qualquer outro equipamento (para mim, e a minha opinião vale o que vale). Tive sempre Androids e fiquei rendida a este sistema operativo. E sou como tu: também tenho uma dessas capas que tapam os buraquinhos e agora que sei que são "salva-vidas" ainda vou investir mais nelas!

    ReplyDelete